​A Sol Mar fabrica uma gama de salgados para melhor atender seus clientes, podendo assim fornecer salgados de qualidade com um  preço realmente de fábrica.

Copyright @ Sol Mar Industria e Comércio de Salgados Ltda. All rights reserved.

O Bolinho de Bacalhau da SOL MAR Salgados é produzido a partir do legítimo bacalhau.  Para maior fidelidade ao sabor, tão quanto, a qualidade e saúde, utilizamos fécula (batata em flocos), todos os condimentos utilizados são naturais. Nosso produto é livre de conservantes, embalado em material resistente a umidade e NÃO CONTÉM GLÚTEN.

  • Bolinho de Bacalhau
  • Coxinha de Frango
  • Kibe
  • Kibe com Requeijão
  • Bolinha de Queijo
  • Empanado de Camarão grande c/ rabo
  • Alho Poró
  • Almofadinha de Camarão
  • Risole de Carne Seca com Requeijão
  • Calabresa
  • Presunto com Queijo
  • Salsichinha Empanada
  • Churros com Doce de Leite

Dicas:

     1. Enquanto o óleo estiver aquecendo, a dica é: Retirar os salgados do congelador por 10 minutos,para que a camada de gelo se desfaça, isso ajuda na prevenção de explosões. Exceto para o salsichinha, este deverá ser frito congelado para que a salsicha não se separe da massa.​​​​​​​


     2. Mantenha os salgados sempre congelados! Uma vez descongelados, eles não devem ser recongelados,a menos que você queira congelar após fritar, pois ocorre a formação de cristais de gelo, que podem, por exemplo, fazer o bolinho de bacalhau e o quibe "esfarelar", ou a coxinha e bolinha de queijo explodir.


   3. A temperatura ideal para fritura é 180°. Se o óleo estiver frio ou morno, poderá encharcar o salgadinho, além de por exemplo, o bolinho de bacalhau poder abrir. Enquanto você espera os salgados ficarem morenos, o recheio fica quente demais, o que pode ocasionar acidentes (a farinha utilizada pela Sol Mar não escurece). Se estiver muito quente, poderá causar a explosão de alguns salgados.


​    4. Vale atentar também para a quantidade de óleo na panela, o salgado deve ser mergulhado por inteiro no óleo, para que a temperatura interna do produto aumente uniformemente, já que a fritura descentralizada do salgado também pode ajudar a provocar as explosões, nunca jogue o salgado no óleo, isso pode causar queimaduras, prefira utilizar uma espumadeira, colocando uma pequena quantidade (4 a 6) e despejando os produtos com cuidado no óleo, não coloque muitos salgados para não baixar a temperatura do óleo.


   5. Se perceber que o óleo esquentou demais (acima de 200ºC),desligue o fogo e aguarde a temperatura baixar (não coloque o salgado com o óleo muito quente para evitar que estoure).


   6. Não misture os tipos de salgadinhos, porque eles possuem características diferentes. Salgados com recheios menos densos, devem ser fritos por pouco tempo, somente o necessário para que se faça uma casquinha em volta deles, e outros, como os quibes, demoram um pouco mais para ficar prontos. Lembre-se cada salgado tem um tempo certo de fritura, coxinha e bolinha de queijo devem ficar poucos minutos, já o quibe sem recheio pode fritar por mais tempo, o que faz seu salgado explodir é a fervura do seu recheio ou a expansão dos gases em seu interior. O salgado de churros é o menos denso, e por isso, o seu tempo de fritura é menor, pois o seu recheio ferve mais rápido e isso pode ocasionar explosões. Na hora de servi-lo, o ideal é esperar esfriar para que não ocorra queimaduras nos lábios ou no interior da boca.​


   7. Se caso você opte por congelar os salgados após frita-los, ou quiser comprar os salgados já fritos e congelar para reaquecer depois, poderá os reaquecer no forno, porém não exagere, deixe o forno bem quente, e não coloque muito tempo seus salgados lá, pois, se eles começarem a assar podem endurecer, por isso só deixe o tempo para que aqueçam. Outra opção para reaquecer os salgados é utilizar o air fryer.


   8. Ao fritar os salgados sempre use uma panela alta e com a tampa, para evitar acidentes.


​   9. Os salgadinhos que, geralmente, estouram com mais facilidade são as bolinhas de queijo e as coxinhas. O primeiro devido ao recheio de queijo, que derrete no interior do produto, formando gordura , que ao ferver pode ocasionar a explosão. Já a coxinha explode por conta de seu formato de “gota”, que provoca uma pressão maior no interior do salgado, como todo produto recheado contém ar (espaço entre o recheio e a massa, especialmente), tende a explodir na hora da fritura por causa da expansão dos gases. Lembre-se o salgado não está cru, seu recheio não precisa cozinhar, apenas esquentar.​